domingo, março 03, 2013

Para Ana Cristina Cesar!


Quando a morte passar lá em casa eu vou entender...
Talvez pelo meu lado meio torpe de ser espírita como por acreditar que esse seria mais um momento da vida...
Ou não!
A gente comete erros imperdoáveis mais a morte contempla tudo,
Quando você se apoia no lirismo das suas mal traçadas linhas,
O suicídio fica mais belo, e a morte lhe cai melhor, suave!
Como pena caída do galo,
Como corpo caído do penhasco,
A morte pode ser a melhor saída,
Mas não pode em hipótese alguma ser uma válvula de escape,
Viva a Vida de Forma Viva! Se não certamente será um Suicido Medroso, de Corpo Presente!! 

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial