sábado, março 06, 2010

Surreal,ou o Começo e o termino de uma paixão

Você vai da ousadia,
Ao fundo do poço em um segundo...
Um misero segundo que te faz querer viver!
Ah como é bom se apaixonar!!

Sem limites...
Só tontura,
A surrealidade da paixão...
Ah intensidade brutal!

Ah gozar apaixonado,
Dentro,fora...
Fora e "espalhamarrado"
Ora em você,
Ora n'eu!!


Para!!
Tudo que eu quero é ar...
O ar que tu respiras,
Me faz mal!

Ah e como é bom o seu mal...
Meu vicio!
Corroi sobre mim,
Pinta meu corpo com o seu...

Lambuza tudo!
Lambe minha toda!!
Suga-me todo!
Sangue-suga da minha vida!!

Até eu desistir...
Desencanar de ter você,
Pra me apaixonar...
E assim uma nova vida a dois que nunca foi uma...
Se acaba!

6 Comentários:

Às sábado, 20 de março de 2010 18:02:00 BRT , Anonymous Flávia Magalhães disse...

Nossa...
Nem sei o que dizer, sempre achei poesia difícil demais para mim, não sei lidar com o abstrato, mas está tudo bem claro aí não é? rsrsrs
Beijos amora.

 
Às sábado, 1 de maio de 2010 22:39:00 BRT , Anonymous Flávia Magalhães disse...

Nossa, relendo agora..., rsrsrsrs.

 
Às terça-feira, 4 de maio de 2010 12:15:00 BRT , Blogger David Cejkinski disse...

hheheheheh parece que amadurer traz poesia ne?
bj

 
Às domingo, 11 de julho de 2010 07:26:00 BRT , Blogger TH disse...

Concordo com o comentário do seu amigo David.
Amadurecer traz poesia.
Aliás, se vc comparar suas poesias de antes com as de hoje, verás uma considerável evolução, em termos de sentimentos. Acontece com todo mundo.
Adorei as aliterações..."espalhamarrado"
Parabens, Doguinho ;)

 
Às sábado, 18 de setembro de 2010 05:01:00 BRT , Anonymous henrique disse...

Oi Rodrigo,
Gostei da poesia, mas achei meio safadinha...
Brincadeira, é bem legal...
Abraços...

 
Às domingo, 5 de dezembro de 2010 17:39:00 BRST , Anonymous Anônimo disse...

Amei, achei impactante. Viajei lendo. Parabéns!!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial